Serra da Estrela: entre as montanhas geladas do ponto mais alto de Portugal

Mais de um ano depois, voltei.

A Serra da Estrela é um daqueles locais onde tenho vontade de regressar todos os anos. Um lugar que me transmite calma e que nem o frio que se faz sentir no inverno me arrefece o coração.

Não sei bem o que é: se são as paisagens de tirar o fôlego; se é a magia dos lagos entre as montanhas ou se é o prazer que me dá conduzir nestas estradas – ou serão as estradas que me conduzem?

A Serra da Estrela é um lugar com uma beleza pura, quer no inverno, com a serra coberta de neve, quer no verão, onde se consegue apreciar ainda melhor as vistas com o céu limpo. Já lá estive nestas duas épocas do ano mas, sem dúvida, que o inverno é a minha época preferida – ainda que tenha dificuldades em lidar com o frio...

Ainda que já tenha estado no ponto mais alto de Portugal Continental por diversas vezes – desde pequena que visito a Serra da Estrela com a minha família – este ano o tempo foi o melhor que alguma vez encontrei. Pouco frio, céu limpo mas, devido ao nevão que tinha caído na semana anterior, a serra encontrava-se cheia de neve.

Uma paisagem incrível e que me recordou, mais uma vez, o porquê de querer regressar todos os anos. Aqui sinto-me calma e perder-me pelos caminhos da serra significa uma nova descoberta, uma nova aventura.